Google Analytics: Quem acessa meu site?

GOOGLE-ANALYTICS

Google Analytics: Quem acessa meu site?

Fazer campanhas que atinjam o público-alvo é o objetivo que todos queremos, mas como saber se elas estão, de fato, chegando nele é o que faz a diferença. Para compreender se seus esforços de conteúdo, SEO ou mídia programática estão sendo eficazes, é necessário fazer uma análise. Para nossa alegria existem ferramentas gratuitas voltadas para essa mensuração e de extrema eficácia na hora de converter toda essa implementação no foco em resultados. Uma delas é o Google Analytics.

 

Google Analytics para avaliação e tomada de decisões

Como já foi dito, entender o comportamento do seu público, verificar se quem acessa seu site é para quem você está voltando seus esforços e redirecionar sua estratégia a partir de dados é fundamental. Isso porque, além de poupar investimento em marketing digital mal aplicado, você tem a oportunidade de se dedicar ao que realmente é eficaz, ao acompanhar as estatísticas do seu site.

Para ajudar a você a entender alguns tópicos da ferramenta gratuita, separamos algumas métricas importantes para você entendê-la e fazer com que seu negócio decole.

 

#1- Público-Alvo

No Analytics, a seção de VISÃO GERAL, traz, como o nome explicita, um overview do comportamento de quem entra em seu site. Aqui você vai acessar, por exemplo, o número de sessões/visitas que seu site teve, a quantidade de usuários que você tem em um determinado período, quantas visitas de uma única página, quanto tempo, em média, os usuários ficam em seu site/landing page, qual a porcentagem de novas sessões, e, claro a temida taxa de rejeição.

 

#2- Taxa de Rejeição

Essa parte da ferramenta de análise reflete o percentual de pessoas que entram no site e saem logo na sequência, ou seja, visitam a home ou alguma outra única página do seu website e saem. Importante ressaltar que, embora muitos entendam que uma alta taxa de rejeição queira dizer que seu website ou landing page não estão tendo acessos, o que realmente quer dizer é que algo nele não está sendo eficaz o suficiente para reter a atenção de quem chega nele.

Vamos lá, taxa de rejeição reflete a eficácia da sua página inicial em levar visitantes para o restante de seu site. Isso implica em saber as abas, os locais por onde os visitantes estão no seu website e entender a relevância dos conteúdos que você disponibiliza para eles. A dica é você tentar reter os visitantes o maior tempo possível com conteúdo de qualidade e hiperlinks que o guiem para outras abas tão atraentes quanto o de acesso primário. Confere nosso post sobre Storytelling, trazemos muitas dicas interessantes para você aplicar em seu negócio.

 

#3- Tráfego

Na seção de Aquisição você consegue verificar, exatamente, a origem dos seus visitantes. É possível mensurar, aqui, todas as metas que você deseja alcançar e verificar a taxa de conversão delas. Aliás, se seus esforços de SEO estão alcançando os resultados esperados essa é uma boa validação.

 

Essa seção é subdividida nas seguintes segmentações:

Pesquisa Orgânica: São acessos vindos por meio das palavras-chaves que foram utilizadas na otimização do seu site (SEO). Por isso, nesse segmento, faz toda diferença ter uma campanha de otimização consistente. Pois os usuários vão buscar por palavras específicas nos sites de buscas e, se você estiver alinhando com o que seu público procura, bingo! Se você ainda não está habituado de como fazer isso, nós separamos um conteúdo que vai fazer você implementar a otimização com um profissional qualificado e guinar sua empresa.

Direto: São os acessos em que o visitante busca a empresa, diretamente, pela caixa de navegação.

Referência: Quando um usuário chega até sua empresa por meio de uma “indicação virtual”, em outra palavras, através de um link de outro local da web – quando você faz uma assessoria de comunicação e seu negócio emplaca como notícia, por exemplo -, é aqui que ele aparece.

Social: Como indica, as visitas advindas das redes sociais ficam nessa fração da porcentagem de tráfego.

 

Você consegue saber quais as palavras estão sendo buscadas e fazendo com que seu sie seja encontrado, a média de duração de cada sessão traz, os picos de acesso em cada segmento e qual rede social traz maior visibilidade para seu negócio. Agora que você entende a importância de um site voltado para resultados, que tal implementar uma campanha focada neles? Entre em contato conosco, faça a diferença no mercado.

 

No Comments

Post A Comment